sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Estantes inovadoras


Guardar os seus livros pode se tornar uma tarefa surpreendente, basta apreciar o requinte de estantes fabulosas e inovadoras como estas:




terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Os 85 mais ricos do mundo têm tanto como a metade mais pobre


Portugal é assinalado como um dos países onde o peso dos rendimentos dos mais ricos no rendimento total mais que duplicou nas últimas décadas.

Um relatório divulgado esta segunda-feira (27-1-14) pela organização humanitária Oxfam conclui que a riqueza concentrada nas mãos das 85 pessoas mais ricas do mundo equivale aos recursos da metade mais pobre da população mundial. O estudo “Governar para as Elites – Sequestro Democrático e Desigualdade Económica”, publicado dias antes de mais uma edição do Fórum Económico Mundial de Davos, quer ser um alerta para os mais ricos e poderosos do mundo. O poder económico e político está “a separar cada vez mais as pessoas”, o que torna inevitáveis “as tensões sociais e o aumento do risco de ruptura social”, sublinha a Oxfam.
Segundo a organização, quase metade da riqueza mundial está nas mãos de apenas 1% da população. São cerca de 110.000 milhões de euros, um valor que é 65 vezes maior do que o total de recursos de que dispõe a metade mais pobre da população.

Livro Livre


Para celebrar os 40 anos do 25 de abril, a Lupa Design propõe a edição de um livro em conjunto com as crianças e jovens, a partir do 4º ano de escolaridade, intitulado Livro Livre. Pretende-se incentivar os jovens, nascidos muito depois de 1974, já num espaço de liberdade e democracia, a pesquisar sobre o 25 de abril e a recolher testemunhos reais, colecionando-os no próprio livro. Desta forma serão, por pleno direito, co-autores do mesmo. 
Fonte RBE

Aplicação de "Long Form Library"




A Long Form Library são prateleiras em forma de círculo (246 cm de altura) contemporâneas, inovadoras e podem ser aplicadas em bibliotecas.

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Restaurante literário na Polónia


  
Restaurante in Krakow (Polónia)

Este restaurante é ideal para quem gosta de aliar a refeição à leitura. Sublinhe-se que podemos reconhecer na decoração interior do restaurante, o quadro Bookworm , do pintor alemão Carl Spitzweg (1808-1885).

Um vídeo pela biblioteca pública de Toronto

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Entrevista, do Público, a Teresa Calçada

Assim se inicia a entrevista concedida ao Público por Teresa Calçada, publicada na edição de ontem:

"À frente da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) desde 1996, Teresa Calçada despede-se com a certeza que o programa vai continuar, apesar das dificuldades.

Não é exagero dizer que Teresa Calçada é a mãe da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE). Técnica do Instituto Português do Livro desde 1982, esteve na génese da criação da Rede de Bibliotecas Municipais e, anos mais tarde, fez parte do grupo que pensou as bibliotecas nas escolas, acabando por assumir a sua direcção. No final de 2013, depois de 17 anos à frente da RBE, pediu a reforma.(....)"  Ler mais no Público,19 jan.

Londres 1927 - 2013

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Conto de Natal



Era uma vez um reino distante onde morava uma princesa muito bela e de coração puro, mas que não era feliz. Cada vez que se aproximava o Natal sentia um vazio e uma grande tristeza porque o seu pai e a sua madrasta não lhe deixavam fazer o lindo presépio como ela tanto desejava.

Uma noite, estava a princesa no parapeito da janela do seu quarto a contemplar as estrelas do céu, quando reparou numa estrelinha que se destacava entre as outras todas pelo seu intenso brilho. De repente, a estrelinha começou a ir em direcção à princesa. Esta, muito assustada, escondeu-se atrás das cortinas da janela. A estrelinha chamou-a e disse-lhe para não ter medo que ela estava ali para a ajudar.

A princesa receosa desviou as cortinas e perguntou a medo à estrelinha como a poderia ajudar.

 Ela respondeu-lhe que a ajudaria a concretizar o seu desejo que era fazer o presépio.

 A princesa, com lágrimas nos olhos, respondeu-lhe que isso era impossível, pois o seu pai e a sua madrasta nunca deixariam.

Então, a estrelinha disse-lhe para não temer que ela iria tocar os corações amargos deles e iria fazer com que eles entrassem na magia do natal. Assim fez!

A estrelinha conseguiu que deixassem fazer o presépio à princesa como ela sempre desejou e ainda a ajudaram a decorar a Árvore de Natal para  alegria da princesa. Esta estava tão feliz!

Quando a noite chegou, a princesa saiu ao jardim, olhou para o céu e ao avistar a estrelinha agradeceu-lhe emocionada por ter concretizado o seu desejo.

   Carina Sofia Nunes Mesquita

                                                               Ano: 5º   Turma: C   nº5

Vencedores


Janeiro na Biblioteca



Caminho


Criatividade


quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Autor do mês - Aquilino Ribeiro

AQUILINO RIBEIRO

"Alcança quem não cansa", diz o ex-libris de Aquilino Ribeiro.
Não poderia ter escolhido melhor este escritor, que se designava a si próprio como um "obreiro das letras" e que trabalhou incansavelmente quase até ao dia da sua morte, chegada a 27 de maio de 1963; foi pouco depois de uma viagem ao Porto; aí ocorrera mais uma das muitas homenagens com as quais nesse ano, precisamente, o país consciente (e temerário) prestava tributo aos cinquenta anos de trabalho do "mestre", cuja arte de ficcionista, descontando alguma prosa de folhetim, começara a vir a lume em 1913, com a publicação do volume de contos Jardim das Tormentas.

Nascido a 13 de Setembro de 1885 no concelho de Sernancelhe, freguesia de Carregal de Tabosa (uma lápide assinala a casa onde se julga que nasceu), filho de Mariana do Rosário Gomes e do padre Joaquim Francisco Ribeiro, tem uma infância, ao que se sabe, de miúdo um pouco mais que travesso, a tal ponto que ainda hoje é possível encontrar na zona quem tenha ouvido contar histórias picarescas de um menino destinado pela família à vida de sacerdócio. A sua ida para o Colégio da Senhora da Lapa, em 1895, seria o início de um percurso que o leva seguidamente para Lamego, mais tarde para Viseu (ano de 1902), onde vai estudar Filosofia, e, pouco tempo depois, para o Seminário de Beja. Em 1904 é expulso do seminário, depois de ter dado uma réplica cortante a uma acusação do Padre Manuel Ançã, um dos dois irmãos que ao tempo dirigiam a instituição.


BIOGRAFIA
·         O Romance de Camilo - Obra em 3 volumes - a mais importante biografia de Camilo Castelo Branco já escrita e publicada (1956)

CONTOS
·         A Filha do Jardineiro  (1907)
·         Jardim das Tormentas  (1913)
·         Valoroso Milagre  (1919)
·         Estrada de Santiago, onde se inclui Malhadinhas  (1922)
·         Quando ao Gavião Cai a Pena  (1935)
·         Sonhos de uma Noite de Natal  (1934)

Obras para a infância a juventude
·         Romance da Raposa  (1924)
·         Arca de Noé I, II e III  (todos de 1936)
·         O Livro de Marianinha (lengalengas e toadilhas em prosa rimada) (1967)

Romances e novelas
·         A Via Sinuosa (1918)
·         Terras do Demo  (1919)

·         Filhas da Babilônia  (1920)
·         Andam Faunos pelos Bosques  (1926)
·         O Homem Que Matou o Diabo  (1930)
·         A Batalha sem Fim  (1932)
·         As Três Mulheres de Sansão  (1932)
·         Maria Benigna  (1933)
·         Aventura Maravilhosa  (1936)
·         S. Bonaboião, Anacoreta e Mártir  (1937)
·         Mónica  (1939)
·         O Servo de Deus e a Casa Roubada  (1941)
·         Volfrâmio  (1943)
·         Os avós dos nossos avós  (1943)
·         Lápides Partidas  (1945)
·         Caminhos Errados  (1947)
·         O Arcanjo Negro  (1947)
·         Cinco Réis de Gente  (1948)
·         A Casa Grande de Romarigães  (1957)
·         Quando os Lobos Uivam  (1958)
·         Arcas Encoiradas  (1962)
·         Casa do Escorpião  (1963)
História
·         Príncipes de Portugal. Suas grandezas e misérias" (1952)




Livros coloridos