quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Leituras de Outono


Concurso Liberdade de Expressão e Redes Sociais

A nova edição do Concurso Liberdade de Expressão e Redes Sociais está a ser lançada, esta semana, pela SIC Esperança e pela Rede de Bibliotecas Escolares, as duas entidades parceiras do projeto que, este ano, conta também com o apoio da Porto Editora.

O tema a trabalhar pelos alunos que queiram participar nesta 3.ª edição do concurso - alunos maiores de 13 anos, do 3.º ciclo e do secundário - é o "Cyberbullying". A abordagem pode ser feita de diferentes ângulos, de acordo com o Regulamento e apresentada em um de vários formatos à escolha -  textos, vídeos, podcasts, fotografias, desenhos ou animações. A participação não exige inscrição prévia, apenas o envio dos trabalhos candidatos para a SIC Esperança, até ao dia 18 de dezembro de 2015. 

Disponibilizamos o Regulamento e os diferentes cartazes do concurso:
(Fonte RBE)

O regresso às aulas ilustrado / Back to school


sexta-feira, 25 de setembro de 2015

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

O homem que lê


Eu lia há muito. Desde que esta tarde
com o seu ruído de chuva chegou às janelas.
Abstraí-me do vento lá fora:
o meu livro era difícil.
Olhei as suas páginas como rostos
que se ensombram pela profunda reflexão
e em redor da minha leitura parava o tempo. —
De repente sobre as páginas lançou-se uma luz
e em vez da tímida confusão de palavras
estava: tarde, tarde... em todas elas.
Não olho ainda para fora, mas rasgam-se já
as longas linhas, e as palavras rolam
dos seus fios, para onde elas querem.
Então sei: sobre os jardins
transbordantes, radiantes, abriram-se os céus;
o sol deve ter surgido de novo. —
E agora cai a noite de Verão, até onde a vista alcança:
o que está disperso ordena-se em poucos grupos,
obscuramente, pelos longos caminhos vão pessoas
e estranhamente longe, como se significasse algo mais,
ouve-se o pouco que ainda acontece.

E quando agora levantar os olhos deste livro,nada será estranho, tudo grande.
Aí fora existe o que vivo dentro de mim
e aqui e mais além nada tem fronteiras;
apenas me entreteço mais ainda com ele
quando o meu olhar se adapta às coisas
e à grave simplicidade das multidões, —
então a terra cresce acima de si mesma.
E parece que abarca todo o céu:
a primeira estrela é como a última casa.

Rainer Maria Rilke, in "O Livro das Imagens"
Tradução de Maria João Costa Pereira

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Outono



O leitor é o autor da sua história


"A maior aventura de um ser humano é viajar,
E a maior viagem que alguém pode empreender
É para dentro de si mesmo.
E o modo mais emocionante de a realizar é lendo um livro,
Pois um livro revela que a vida é o maior de todos os livros,
Mas é pouco útil para quem não souber ler nas entrelinhas
E descobrir o que as palavras não disseram:
No fundo, o leitor é o autor da sua história..."

(Augusto Cury)

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Um livro




Levou-me um livro em viagem,
não sei por onde é que andei.
Corri o Alasca, o deserto,
andei com o sultão no Brunei?
P´ra falar verdade, não sei.

Com um livro cruzei o mar,
não sei com quem naveguei.
Com marinheiros, corsários,
tremendo de febres e medo?
P´ra falar verdade, não sei.

Um livro levou-me p´ra longe,
não sei por onde é que andei.
Por cidades devastadas,
no meio da fome e da guerra?
P´ra falar verdade, não sei.

Um livro levou-me com ele
até ao coração de alguém,
E aí me enamorei-
de uns olhos ou de uns cabelos?
P´ra falar verdade, não sei.

Um livro num passe de mágica
tocou-me com o seu feitiço:
Deu-me a paz e deu-me a guerra,
mostrou-me as faces do homem
-porque um livro é tudo isso.

Levou-me um livro com ele
pelo mundo a passear,
Não me perdi nem me achei
-porque um livro é afinal …

Um pouco da vida, bem sei.

João Pedro Mésseder, O g é um gato enroscado.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

“ Regresso às aulas”


Chega o Outono!
As andorinhas
despedem-se das outras avezinhas
e vão pelos ares fora.
Vão-se embora.

Embora?
Não
que voltam voltarão
quando a bela estação
da Primavera
a que antecede o Verão
oferecer melhor vida.

          Não têm agasalhos nem comida.
Vão para terras quentes
à procura do Sol que as consola.

Mas nós crianças
nós
todas contentes
partimos para a escola.

Alice Gomes


Fica aqui o primeiro poema do ano.

Bem vindos ao novo ano letivo


 A  Biblioteca Escolar vem dar-vos as boas vindas a todos: alunos, professores, pais, encarregados de educação e assistentes operacionais.
A equipa da Biblioteca Escolar faz votos para que todos venham com vontade de aprender coisas novas e para que a nossa escola continue a ser um lugar privilegiado de aprendizagem e de convívio entre toda a comunidade.
A Biblioteca aguarda a vossa visita. Utilizem-na como uma mais-valia no vosso enriquecimento pessoal.